Comentários

(676)
Candido Luiz Santos Malta, Técnico Eletricista
Candido Luiz Santos Malta
Comentário · há 6 meses
Pior é que muitas das vezes os estelionatos são facilitados por funcionários das instituições, direta ou indiretamente. Estou passando por isso. Acessei o site de um banco no qual tenho um consignado, para propor um acordo, mas após pedirem o meu CPF e o meu e-mail responderam que no momento o serviço estava indisponível. No dia seguinte fui contatado pelo WhatsApp do banco e então fiz o acordo, pagando o combinado no dia seguinte com a expectativa de receber o recibo da quitação dentro de 72 horas. Como as 72 horas passaram e não recebi nenhuma notificação, notifiquei ao FALE CONOSCO DO BANCO o que estava ocorrendo. Esse link então me encaminhou para outro que iria analisar o caso dentro de 5 dias. Após esses dias recebi um telefonema do banco dizendo que a instituição não reconhecia o pagamento e que o banco não tinha nenhuma responsabilidade e que eu que procurasse o fraudador. Tenho o protocolo desse atendimento, além de ter anotado dia, horário e números dos telefones envolvidos nessa ligação. Pior é que eu forneci ao banco o WhatsApp que o fraudador está usando com as credenciais da instituição, seu nome, seu CPF e a conta bancária na qual a quantia do acordo foi depositada e mesmo assim a pessoa que falava pelo banco parecia mais disposta a querer me responsabilizar sobre o entrevero, que tomar providências contra o estelionatário ou evitar que o fraudador continue usando o tal recurso fraudulentamente. Contestei mais uma vez, acrescentando novas informações e estou aguardando novo posicionamento do banco até 14 de outubro de 2020, prazo que solicitaram que eu aguardasse. Mas será que já devo acionar juridicamente o Banco?
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

Outros perfis como Candido

Carregando

Candido Luiz Santos Malta

Entrar em contato